massagem-Pedras-quentes-chillout

As consequências das tensões geradas pela forma de vivenciar os desafios do dia-a-dia, da vulnerabilidade e sensibilidade da pessoa, repercutem-se na mente e no cérebro e podem afetar a saúde. Estas tensões quando não são libertadas tornam-se crónicas, criando rigidez no corpo e bloqueios à livre circulação dos fluidos corporais. Isto faz com que se acumulem toxinas e resíduos celulares que acabarão por resultar em alterações corporais como cansaço, mal-estar ou mesmo doença.

Apesar da massagem de pedras quentes (hot-stone massage) ter aparecido e prosperado à escala mundial há relativamente pouco tempo, a verdade é que desde sempre o homem utilizou pedras para efeitos terapêuticos:

– A acupunctura, que nos seus primórdios usava pedras pontiagudas para a estimulação de pontos.

– Os monges Tibetanos, aquando dos períodos de jejum, colocavam pedras quentes sobre o estômago e o abdómen para proporcionar uma sensação de saciedade e potenciar a energia no corpo aliviando assim os sintomas de gastrites e controlar a ansiedade.

– Na Grécia antiga, uma das principais terapias para tratamento dos atletas, eram as massagens que tonificavam os músculos e diminuíam a fadiga.

– Nos rituais de cura, os índios escolhiam cuidadosamente pedras de cores azuladas a pretas, de castanhas a vermelhas e colocavam nos ventres das mulheres no período da menstruação o que melhorava as dores.

– Outros povos, como o Japonês e o Egípcio, utilizavam já as pedras quentes para a massagem ou utilizavam diferentes tipos de pedras para trabalho energético.

Este tipo de massagem tem sido presentemente proliferada pelos Spas e está presente também nas clínicas de estética com a introdução de tratamentos de corpo e mente.

A massagem de pedras quentes é um tratamento térmico que visa beneficiar o organismo, promovendo uma melhoria no sistema circulatório, linfático, etc., ajudando o corpo a reestabelecer o seu equilíbrio. É realizada com técnicas de massagem específicas, aplicada com as pedras, sendo que estas são aquecidas a uma temperatura agradável, com vista a equilibrar as energias do corpo e relaxar a musculatura.

A massagem com pedras é uma terapia que implica a disposição e fricção de pedras no corpo. As principais pedras utilizadas na massagem são as vulcânicas (basálticas), pois estas absorvem mais o calor, retendo-o por mais tempo. O segredo dessas pedras, que são ricas em sais minerais, está na herança energética que carregam e que remonta há milhões de anos, mas também na sua capacidade de reter o calor. Lisas e macias, as pedras de basalto, são o resultado do processo natural de arrefecimento após a libertação da lava vulcânica. Com formatos e tamanhos distintos, as pedras são escolhidas em função da zona do corpo onde serão aplicadas, uma vez que se devem adaptar às distintas áreas corporais.

Nesta terapia, as pedras são aquecidas num recipiente apropriado e com elas se desliza em todo o corpo. É importante que a temperatura seja adaptada à sensibilidade do cliente, geralmente cerca de 55ºC.

As pedras mais arredondadas são usadas nas massagens com óleo relaxante para evitar o atrito enquanto as outras são colocadas em diversas regiões corporais ou em pontos fixos do corpo, geralmente ao longo dos chacras. Chacra é uma palavra sânscrita, que significa “roda de luz”, de movimento energético que gira no sentido horário. Quando colocadas as pedras quentes nos pontos energéticos (chacras) do corpo, ocorre o restabelecimento e activação do fluxo energético, revitalizando corpo, mente e espírito.

As pedras quando aquecidas libertam energia em forma de calor. O calor das pedras é um estímulo para a movimentação da energia do corpo.

O efeito termoterapêutico das pedras quentes aumenta a circulação sanguínea, levando os nutrientes a todas as células do organismo, acelera a energia vital oxigenando o cérebro, reduz o nível de stresse, aumenta a irrigação sanguínea e consequentemente a desintoxicação dos órgãos internos, aumenta o metabolismo celular, tranquiliza o sistema nervoso e equilibra o estado emocional.

A massagem de pedras quentes está indicada para o tratamento da ansiedade, depressão, relaxamento, combate e prevenção de stresse e dores musculares.

Está contra-indicada porém, nos casos de infecções, alergias, edemas, flebites, problemas circulatórios, no pós-cirúrgico, na fase inflamatória e fibroproliferativa, pessoas febris, gravidez e patologias debilitantes como cancro. O calor dilata os vasos sanguíneos, portanto não é indicado para pacientes que sofrem de hipotensão.

Definitivamente as pedras para a massagem vieram para ficar e novos e interessantes desenvolvimentos irão surgindo à medida que esta área se aprofunda e desenvolve. Engana-se assim quem possa pensar que a massagem com pedras se esgota na massagem relaxante e que é uma simples moda…. A tendência será sempre desenvolver uma técnica que afinal já cá está desde os primórdios do homem.

Se deseja saber o que é a massagem de pedras quentes e sentir os seus benefícios, contacte-nos!

Deixar comentário

Voucher-experiência CHILLOUT

Foque-se na sua melhor versão! Receba na sua caixa de correio um voucher para um dia no Chillout onde poderá usufruir gratuitamente do ginásio, aulas de grupo e piscina terapêutica.